Esta no tempo delas...

Camelias

"O perfume delas é talvez a cor", Pedro Homem de Mello




Uma rosa embalsamada
talvez desse uma camélia!


Talvez desse!
e ... Talvez não!

- Se a camélia fosse gente
nunca seria rameira

mas não seria donzela
nem mãe galinha (cheia de filhos)
não seria ama
nem criada de sala ou de cozinha

- Se a camélia fosse gente!...
podia ser uma infanta!

Mas criança - só já morta
já toda em tons de marfim
com dedos finos de cera!

- Se a camélia fosse gente !
Seria ela - e só ela !

Se a camélia fosse gente
não era quente - era distante

teria um trono
todo de oiro e pedrarias
onde se sentaria - hirta e bela
todos os dias
como prisioneira
detrás duma janela ...

Talvez ... só do desalento
de não ser capaz
de um pensamento de amor!

... ou freira com mágoas de amor
fechada num convento

e ... nem acenaria
ao receber as cortesias
das outras flores balançando ao vento!

- Seria mote
para lendas e mistérios
e havia de morrer devagar
desvanecendo sem um lamento
e, sem se saber, sequer, de que morria ...

- quero dizer: - um perfume
que dissesse: - olhai vêde!


Estou viva e ... sou flor! ...

(Maria José Rijo,Livro das Flores)

7 comentários:

 
©2009 NÚCLEO DE ARQUITECTURA PAISAGISTA: | by TNB